Geral

Ginecologista vira réu por suposto abuso sexual de pacientes

gineco

O médico teria cometido os atos ao longo de uma década contra 12 vítimas

A Justiça de Ijuí aceitou denúncia contra um ginecologista acusado pelo Ministério Público de violação sexual. Os supostos crimes teriam ocorrido ao longo de uma década, entre 2011 e 2021. Algumas das vítimas seriam pacientes do agora réu desde a adolescência.

O médico abusava das mulheres durante os procedimentos, sob alegação de ter se especializado em sexologia, uma área de atuação da medicina. Para uma das vítimas, após a coleta do material para o exame preventivo, o ginecologista teria perguntado se ela sabia onde ficavam seus pontos de prazer. Depois, o médico teria dito que os mostraria à vítima, passando a fazer movimentos de masturbação.

Na maioria dos casos ele pedia uma nota sobre a violação praticada. Enquanto praticava os atos, se utilizaria de termos técnicos com a intenção de enganar as pacientes.

O Conselho Regional de Medicina foi notificado sobre o caso. Não houve pedido de prisão preventiva. O processo tramita em segredo de justiça.

O Cremers afirmou não ter recebido comunicação oficial sobre o caso até o momento. O órgão disse que “tomará as providências cabíveis” ao tomar conhecimento formal.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Ação não permitida !!

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios