Geral

Justiça determina multa de 100 mil aos servidores penitenciários, caso prossiga a paralisação

susepete
Servidores penitenciários realizaram manifestação em Charqueadas como ato inicial de paralisação dos serviços por 72 horas (ZH)

O Tribunal de Justiça deferiu uma ação da Procuradoria-Geral do Estado para que os servidores penitenciários retomem as atividades. A categoria iniciou uma paralisação de 72 horas, com suspensão de audiências, visitas e movimentação de apenados. O Sindicato reivindica reposições salariais e de efetivo. O Judiciário estabeleceu multa diária de R$ 100 mil à entidade que representa os servidores, caso não cumpra imediatamente com a decisão liminar. Até as 15h, o presidente do sindicato, Saulo Felipe Basso dos Santos, ainda não havia se manifestado.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Ação não permitida !!

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios