Geral

Rodrigo Carlotto: de aluno temporão a professor

Rodrigo Carlotto1

Sabe aquelas histórias de vida e superação que servem de inspiração? O NP Expresso vai contar um pouco da vida do professor Rodrigo Carlotto.

(por Evandro Gasparini)
Desde cedo Rodrigo trabalhou com vendas de motos em Santiago, o que garantia o seu sustento e a possibilidade de fazer amigos. Mas sempre admirou a profissão de professor e tinha o sonho de estudar e se formar.

A superação

No começo não foi fácil. Rodrigo se inscrevia em inúmeros cursos e acabava desistindo. Em 2006 iniciou sua jornada na EJA do Cristovão Pereira, enfrentando noites frias e cansativas. Mais tarde por incentivo de amigos, voltou e concluiu as etapas. Com o tempo, aquela motivação virou empolgação. O dia a dia e a amizade com os professores o fizeram perceber o potencial para ser professor. Após a formatura na EJA, em 2018, decidiu fazer licenciatura em História, conciliando estudos e trabalho.

Rodrigo Carlotto 1

Novo começo

Em 2020, visitou as filhas em Santa Catarina e decidiu seguir a vida por lá, até habilitar-se para a sala de aula. Garimpou editais e conseguiu. Hoje, aos 49 anos, Rodrigo é professor de História e Ensino Religioso na Escola Dom Joaquim, Gravatal (SC). Ainda leciona Sociologia na Escola Aldo Câmara, de Santa Rosa de Lima (SC).

Rodrigo Carlotto 2

Lecionar é apaixonante

“Hoje quando me apresento eu digo com orgulho do mundo: sou professor, filho da dona Ana Jussara, pai orgulhoso da Aléxia e da Aline e avô da pequena Bela, da qual quero um dia ser professor. E reafirmo: lecionar é apaixonante; entrar em sala de aula é uma emoção. Eu sou um homem realizado. Todo mundo que tem o sonho de estudar, frequente uma EJA, não importa a idade. É sensacional”, ressalta Rodrigo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios