Geral

Mais oito indiciados no golpe do gado na região

Quatro já foram presos. Mais de 50 milhões em bens e animais foram apreendidos

Oito pessoas foram indiciadas por estelionato e organização criminosa na operação Aramado, da Delegacia de Bagé. O inquérito apura golpe na compra e venda de gado foi remetido à Justiça. Mais de 50 milhões em bens foram apreendidos em 14 cidades gaúchas, em São Paulo, Tocantins e Mato Grosso do Sul. A notícia foi publicada no site Bei – Santa Maria.

Quatro suspeitos estão presos, um deles, Marco Gilberto Müller Becker Filho, foi apontado como um dos líderes do bando. Ele foi preso em 22 de junho, em Porto Alegre. O corretor de gado Fabiano Saraiva Marques, foi preso no mesmo dia em sua casa em Caçapava. Outros dois suspeitos foram presos em 9 de julho. Um em Santa Maria e outro em Formigueiro, em uma repartição pública onde trabalha.

As investigações começaram em junho, após diversas vítimas registrarem ocorrências. Somados os crimes, este foi o maior golpe já aplicado na pecuária gaúcha. Na primeira fase da operação, bens de sete pessoas foram bloqueados. Na segunda fase, foram cumpridas 39 ordens judiciais, entre elas dois mandados de prisão. Foram apreendidos 12.852 animais.

Conforme o delegado André Mendes, os bens apreendidos estão avaliados em 50 milhões e ficarão à disposição da Justiça para eventual ressarcimento das vítimas no andamento do processo.

João Lemes

Oi! Aqui é o João Lemes, editor do Expresso Ilustrado e do site Nova Pauta. Sou graduado em Língua Portuguesa e membro da Academia Santiaguense de Letras. Gosto de abordar todos os temas. Se você gostou, obrigado, se não gostou, obrigado por ter lido. Aceito sugestões. Um abraço.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1xbet apk 1xbet app
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios