Geral

Psicóloga Ana Flores não resistiu às complicações da covid

ana flores6

Agora à noite faleceu a psicóloga santiaguense Ana Flores (46 anos) que atuava na prefeitura de Capão do Cipó. Ela era casada com o sargento PM Paulo Flores e deixa três filhos e muitos amigos.

No final de maio, seus dois filhos publicaram um comunicado aos amigos:
“Aqui quem escreve são os filhos da Ana (Wendel e Wellington). Viemos aqui para informá-los sobre a situação atual da mãe. Como alguns sabem, a mãe positivou para covid cerca de uma semana atrás, após alguns dias de repouso em casa, o quadro dela se agravou fortemente. No dia 26, ela baixou no hospital de Santiago. Durante esse primeiro dia o quadro dela foi bastante estável, entretanto, no segundo dia de internação o quadro piorou e foram necessárias medidas mais sérias. Durante a madrugada de sexta-feira (dia 28), ela teve que ser levada ao coma induzido e intubada. Ao longo da madrugada ela foi transferida para UTI”. Em nome dos familiares – Wendel e Wellington.

Mensagem de Ana Flores alertava sobre a doença

Em 24 de maio ela também publicou o que seria sua última mensagem, sempre desejando união e amor a todos e alertando para os perigos da doença.
“Não é mais Ame tanto. ‘Ame ao próximo como a ti mesmo”, mas sim ame ao próximo para saber de ti mesmo. Covid: até o momento não soubemos muito dessa doença silenciosa que , quando menos esperamos somos um portador sem saber. Cuide-se! Os sintomas são horríveis.
AGRADEÇO O CARINHO E O ENTENDIMENTO DE TODOS DIA 02/06 ESTAREI COM A BENÇÃO DE Deus ao retorno a minhas atividades. — sentindo-se doente em Home”.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios