Geral

De olho na rua: cadê a calçada, vizinha?

Santiago – Márcia Machado é moradora da rua 13 de Maio, 1962, centro. Ela fez contato com a redação do NP/Expresso para relatar sua indignação quanto à situação precária de algumas calçadas em Santiago. Ao lado da sua casa, o seu vizinho retirou uma árvore do passeio público e não refez a calçada até agora. Desde janeiro, quando a árvore foi cortada, tudo segue do mesmo jeito, sem solução.

“A rua é estreita e muito movimentada, já que fica entre a Pinheiro Machado e a Bento Gonçalves. Pra cruzar por ali a gente precisa ir para a rua, o que se torna um perigo. Foi nos dito que seria arrumado, mas nada até agora”, lamenta dona Márcia.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios