Geral

Holanda: profissionais do sexo protestam pelo fechamento de bordéis

O trabalho é legalizado na Holanda desde o ano 2000

Profissionais do sexo vão organizar um protesto para denunciar o fechamento contínuo de bordéis, enquanto restaurantes e cafés planejam reabrir sem autorização.

O primeiro-ministro Mark Rutte anunciou que algumas das medidas serão mantidas, incluindo toque de recolher e o fechamento de bares, cafés e restaurantes. No entanto, decretou uma flexibilização para a maioria das chamadas profissões de contato, com a reabertura dos salões de beleza e massagem a partir de 3 de março.

O primeiro-ministro diz que as profissionais do sexo não podem retomar o trabalho devido “à especificidade do trabalho, que envolve o contato muito próximo e a possibilidade de transmissão do vírus”.

“Temos um protocolo de higiene rígido e sabemos, talvez melhor do que ninguém, como prevenir a transmissão do vírus”, explicou afirmou Moira Mona, uma das organizadoras da manifestação.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Problema que esposas, namoradas, amantes, primas, etc. fazem a mesma coisa que “elas”, se não fazem aprendem! Ninguém mandou ficarem só na horizontal e não estudarem” kkkkkkkkkkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios