Geral

Araponga desafia: máscara, para que te quero?

(por Araponga) O ser humano costuma agir por dois impulsos naturais; por desejo ou por medo. No caso da pandemia, o medo se foi. Agora é o desejo. Um dos desejos é o que nos faz acreditar que não vamos ser atingidos. O vizinho, pode ser. A gente, jamais!

Dê-lhe festa e trago

Assim, mesmo na pior época para o vírus, quase ninguém mais quer saber de máscara.

O ritual da máscara é mais ou menos esse: Usa-se até sexta. Durante o fim de semana, é neca de pitibiriba. O negócio é cair na gandaia. Dá-se uma folga pro vírus e dê-lhe que te dê-lhe festa, beijos e abraços. Tudo regado a muito trago, que ninguém é de ferro, né? Bico seco, só para chibo guacho.

Festinha de 400 pessoas
Santa Maria – O final de semana teve aglomerações de todo porte em várias partes do Estado. A Brigada se vê pequena. Em Santa Maria, por exemplo, a polícia encerrou um evento na BR-392 com umas 400 pessoas.

Rodeio de São Chico
O rodeio estava feio mas estava “pareio” e todo mundo veio. Só algumas máscaras que ficaram. Os organizadores cuidaram de tudo. Até os laçadores vestiram as suas. Já no povo, eram raros os rostos que usavam. Mais fácil ver alguém laçando com sovéu curto do que algum assistente de máscara.

Santiago
Em Santiago o ritmo frenético dos desmascarados era medonho. Em beira de bares, postos de gasolina, no lado dos carros, não se via um usando máscara.
Quando muito se via uma no queixo, no nariz ou na nuca.

Segunda é dia D

Já na segunda-feira, muitos dos festeiros saíram cedo e bem certinho como manda a regra; máscara lavadinha e esticadinha na cara. Sim, já pensou? Como entraria na empresa sem ela? Tudo segue normal rezando para que a semana passe correndo.

João Lemes

Oi! Aqui é o João Lemes, editor do Expresso Ilustrado e do site Nova Pauta. Sou graduado em Língua Portuguesa e membro da Academia Santiaguense de Letras. Gosto de abordar todos os temas. Se você gostou, obrigado, se não gostou, obrigado por ter lido. Aceito sugestões. Um abraço.

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios