Chuva, fartura, fandango e bolo frito

bolo

Santiago – É, amigos! Aqui no sul ninguém quer saber dos políticos denunciados na Lava-Jato, dos garotinhos e garotões atrás das grades ou com tornozeleira. O negócio é meter gaita, bailanta, e bolo frito.

bolo5

Ontem, ali pela 1h da matina passei ali no CTG Coxilha de Ronda. Chegava tremer a rua de tanto xixo bruto ao embalo de Os Monarcas. A rua estava tapada de carros. Oh, saudade de quando a gente ia para os bailes a pé, só com a grana da entrada. E era bem bom!

bolo3

De quebra, os bolinhos fritos em homenagem ao Ataliba de Lima Lopes que escreveu uma das canções mais famosas que o grupo gravou; Namoro com bolo frito.

bolo4

Foram feitos mais de cinco mil bolos, sendo usados 18 dúzias de ovos e 30 kg de farinha. Tudo foi preparado por uma equipe de mais de 10 mulheres e servido na madrugada. (fotos; Eder Alves –  Expresso)

nescavalo

Enquanto isso, os gaúchos da região começam a chegar nas suas cidades com a chama crioula abaixo d’água. Essa foto aí é de Ânderson Taborda, tirada lá em Nova esperança. A chegada está marcada para às 16h.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Ação não permitida !!

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios