Outra queixa contra o SAMU

A leitora Rosane Machado Pinto é outra santiaguense que reclama da Samu. “Passei pelo pior calvário de minha vida. Liguei e depois de algum tempo me atenderam. A médica me fez contar todos os detalhes (como se uma vida não estivesse em risco) enquanto a pessoa que precisava de socorro se debatia conpulsivamente, e me mandou ligar para o 190, Brigada. Falei que a ocorrência era grave e precisava de um médico, não da polícia. E ela insistiu que o procedimento era esse mesmo.


Em segundos, os policiais estavam em minha casa e ligaram para os bombeiros. Finalmente, a pessoa doente foi colocada na ambulância e levada para o hospital. Deixo aqui meu grito de alerta: é preciso que o SAMU seja repensado ou dispensado pela administração municipal. Pois, deixando a desejar comovem fazendo, acaba desacreditando todo a rede de saúde.”

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios