Zé Otávio é “inocente”

O carudo Zé Otávio: esperem só um pouco
que já vou provar minha inocência.
(J. Lemes)
Hoje foi lindo de ouvir no noticiário: o ex-secretário de Segurança e atual deputado federal Zé Otávio Germano rebate o Ministério Público (que o acusa de ser o chefão da máfia que desviou 42 milhões do Detran gaúcho) dizendo que ele não poderia ser investigado, pois devido ao fórum privilegiado, só o Supremo poderia autorizar a ação.
Depois, contou outras duas piadas: disse que já foi absolvido pelo povo ao ser reeleito deputado, que quando foi secretário de Segurança o TC aprovou suas contas e, por fim, a maior das piadas: com a consciência muito tranquila espera pela decisão do Supremo para ser inocentado de vez.
Mais uma vez um cola-fina espera o Supremo (onde há cargos políticos) para se livrar de todas as acusações e posar de bom moço. Que coisa de louco!

Só pra constar: o Tribunal de Contas que o isentou, em partes, é onde estava o outro medonho João Luiz Vargas, acusado de ser outro graúdo na falcatrua do Detran. E onde estava também o Santiaguense Marcos Brum Peixoto, recebendo salário que vinha de uma dessas empresas contratadas pelo Detran. (Na época, o Peixotinho disse que não sabia de onde vinha seu salário).

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios